Prefeitura realiza audiência pública para apresentação do PPA

Ascom/Prefeitura de Cantá

Texto e foto: Ascom/Prefeitura

A Prefeitura Municipal de Cantá realizou, nesta quarta-feira (14), a audiência pública para apresentação do Plano Plurianual (PPA) referente ao quadriênio 2022/2025, no plenário da Câmara de Vereadores.

O prefeito André Castro e parte de seu secretariado acompanharam a audiência, além da presidente da Câmara, Roberta Peixoto, vereadores Wanessa Matos, Lucivaldo Melo e Ítalo Voguel e comunidade. A sessão foi transmitida ao vivo, pelas redes sociais da prefeitura.

A assessoria contábil da prefeitura apresentou o documento que norteará as ações da administração pública nos próximos anos e detalhou a situação financeira do município: dívidas astronômicas deixadas pelas gestões anteriores, dentre elas, vários parcelamentos previdenciários simplificados, comprometendo drasticamente o investimento em melhorias em setores básicos da administração pública, como saúde, educação, social e infraestrutura.

“Estamos numa situação financeira muito desconfortável e preocupante e com isso, deixamos de investir em áreas importantes do nosso município. Mesmo com muita dificuldade, vamos conseguir superar. O PPA é um plano de quatro anos, onde estará presente nossas metas, nossas ações e que vai subsidiar nossa LOA e LDO. A audiência de hoje representa mais um dos compromissos da nossa gestão. A participação popular é muito importante, o debate é muito salutar. Ouvir a comunidade, conhecer as suas demandas, é extremamente necessário e isto norteia nosso trabalho na área da saúde, social, educação, infraestrutura, etc.”, destacou o prefeito André Castro.

Uma das dívidas, no setor previdenciário, alcança um total de mais de R$ 21 milhões e foi parcelada em 240 meses. O valor deste parcelamento, por exemplo, é R$ 34 mil, descontado mensalmente da conta do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

Dívidas exorbitantes com a Receita Federal também está sendo pago pela atual gestão e os números impressionam. São dívidas de mais de R$ 2 milhões, divididas em 60 vezes e com parcelas de R$ 58 mil, mais correção e acréscimo da Taxa Selic.

O total de parcelamento previdenciário chega a R$ 24.887.964,72. Além do pagamento das dívidas herdadas na área previdenciária, a prefeitura ainda precisa cumprir mensalmente o pagamento de obrigações tributárias de gestões passadas e atuais.

“As dívidas são extensas, estamos cumprindo nossas obrigações com muita garra e suor, trabalhamos sem folga, sem descanso, de domingo a domingo, pois, além desses débitos, temos ainda pagamento de nossos servidores e contas básicas mensais, como água e luz”, explicou André Castro.

FORMULÁRIO DE SUGESTÕES

Por determinação do TCERR, diante da crise sanitária da Covid-19 e evitando a aglomeração no plenário da Câmara, a partir da próxima segunda-feira (19), o site da prefeitura, no ícone “Portal da Transparência”, vai disponibilizar o pré-projeto do PPA para que o cidadão possa conhecer integralmente as propostas do documento e durante 60 dias, o munícipe terá a oportunidade de indicar suas reinvindicações e sugestões de investimentos pelo próprio site, no “Formulário de Sugestões”.

Ao final dos 60 dias, as reivindicações serão analisadas e se acatadas, inseridas no projeto inicial para apreciação e votação dos vereadores.

A audiência seguiu todas as orientações gerais à prevenção da Covid-19 estabelecidas pela OMS e Ministério da Saúde, atendendo também as exigências do Decreto nº 044/2021.

Está gostando do conteúdo ? Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print